29 de fev de 2016

5 medos literários comuns

Olá, pessoal! Estou de volta com mais um post literário, mas esse será diferente! Hoje, eu vou compartilhar com vocês 5 medos (que muita gente tem, mas não deveria), que envolvem livros.

Não, eu não vou falar de livros de terror, mas sim de medos que temos em relação a leitura e críticas dos livros. Vamos a eles?

Medo de livros muito grandes

Esse é o medo mais fácil de ser resolvido e o mais simples. Todo mundo, em algum ponto da vida, adiou a leitura de um calhamaço por ele ser um calhamaço.

Como resolver esse medo? Tenho 3 dicas para você:

  • Compre em ebook ou alguma edição dividida: Livros muito grandes mesmo (como Os Miseráveis), já vendem em uma edição em 2 ou mais livros. Se não tiver, compre em ebook. Muitas vezes o seu medo vem do fato do livro ter muitas páginas ou ser muito pesado. Esse dica ajuda a disfarçar.
  • Faça um projeto literário: Muitos booktubers fazem projetos para ler livro enormes. Você não precisa ler em uma semana, divida o livro e leia aos poucos, ao longo de um ano, por exemplo. Leia de pouquinho em pouquinho e uma hora você acaba! ;)
  • Intercale com outros livros: Uma das piores coisas é ficar lendo o livro por anos e nunca terminar. Se você sabe que o livro vai demorar muito. Leia uma parte e pare para ler outro menor. Quando você acaba um livro dá ânimo para ler mais, certo? Isso vai fazer com que você se sinta mais confiante para ir adiante com o calhamaço.

Medo de não entender um clássico

Muita gente deixa de ler algum livro por medo de não entender. Sabe aquele livro que é amado há gerações? Ou aquele que ganhou prêmio, por ter uma mensagem super-profunda?

Bom, esse medo é normal. Quer dizer que estamos saindo da nossa zona de conforto. Quando fazemos isso é que crescemos mais, aprendemos mais.

Não precisa ter medo de não entender o livro. Cada um interpreta o livro de uma maneira diferente e se você não tiver maturidade hoje, guarde o livro, porque, talvez, amanhã você tenha.

Mas quem decide se você tem maturidade ou não para ler? Você mesmo, oras! Não deixe que a opinião alheia te impeça de amar um livro. ;)

Medo de gostar do livro que todo mundo odeia

Esse ponto é bem comum. Sabe aquele livro que todo mundo diz que é ruim (Crepúsculo, Paulo Coelho ou 50 Tons de Cinza)? Bom, se eles estão aí e, na maioria das vezes, entraram na lista de best-sellers de um monte de lugar, quer dizer que você não é o único a gostar, certo?

Você poderia fazer tanta coisa inútil com esse tempo, mas está lendo! Ninguém tem o direito de criticar a sua leitura! O ponto aqui é continuar lendo o que você gosta. Como diz a Taylor Swift: “Haters gonna hate, hate, hate”. E, cá entre nós, muita gente que critica os livros, não os leu e quase sempre está julgando o livro pelo filme.

Medo de não gostar do livro que todo mundo ama

Esse entra na linha dos dois anteriores. Sabe quando você lê aquele livro que todo mundo amou (ou aquele clássico) e você leu mas não achou aquela Coca-Cola toda?

É normal. Nem todo mundo compartilha dos mesmos gostos. Por isso temos tantos livros diferentes no mercado. Só porque o livro é famoso e agradou muita gente, não precisa te agradar.

Minha dica é: procure algo novo! Vá a uma livraria e procure algo totalmente diferente. Uma hora, você vai achar algo que te agrade. Não se sinta mal por não compartilhar a opinião da maioria.

Medo de expor sua opinião literária

Sabe os tais padrões da sociedade, que ditam o seu corpo, cabelo e etc? Eles existem para os livros também.

Já ouvi gente falando que se você não gostou de A Culpa é das Estrelas, você não tem coração. Se você não gostou de Jane Austen é porque você não tem maturidade. Ou que você tem péssimo gosto, se apreciou Crepúsculo.

Saiba que o mundo é bem grande. Assim como existe uma pessoa que não tem a mesma opinião que você, deve existir outras 10 que compartilham dela.

Você tem o direito de expor sua opinião e não tenha medo de fazer isso, mas lembre-se de criticar o livro e não a opinião alheia. Se você não quer que te critiquem, não critique a opinião dos outros, certo?


E aí, qual é o seu medo? Espero que tenham gostado do post, me contem nos comentários!
Beijos! ♥

Postado por Stephanie Cancado

Engenheira, viajante, leitora compulsiva, sonhadora, amante de fotografia e dona do Avec Snow. Possui uma lista de livros para serem lidos que nunca vai acabar e acredita que nenhum lugar do mundo é longe demais para se visitar. No fim das contas, é apenas uma garota com uma câmera e uma mochila cheia de livros.
30 de jan de 2016

Indicação de Livro: Crônicas Lunares

Olá pessoal, tudo bem? Faz tempo que não falo de livros aqui, eu já estava com saudades! *u*

Nesse início de ano, eu comecei a ler uma daquelas séries que estão sentadas na minha estante desde… sempre. Eu li o primeiro livro, li o segundo e já estou na metade do terceiro, em menos de uma semana! (temos aí a definição exata de vício *aplausos*)

A série que eu vou indicar aqui é a Crônicas Lunares da Marissa Meyer. O primeiro livro, Cinder, foi lançado em 2012 e desde então já cativou muitos booktubers pelo mundo. Foi impossível fechar os olhos para as milhões de resenhas e book hauls do último livro da série, Winter, lançado no ano passado.

Cada livro é um reconto de um famoso conto de fadas e todas as histórias se entrelaçam. Os livros tem personagens cativantes e com um mundo super-interessante, que mistura ficção científica com distopia, com muitos elementos dos contos de fadas. Temos pessoas morando na Lua, sob o comando da terrível Levana, uma doença que mata em menos de uma semana e ninguém sabe o motivo, além de poderes especiais dos moradores da Lua e os androids, naves espaciais e tudo mais.

Cinder conta a história de uma menina cyborg (humana com partes robóticas), que é a melhor mecânica da cidade e mora com sua madrasta e duas irmãs. Cinder não lembra dos eu passado e, em seu presente, é tratada com preconceito por ser o que é. A vida de Cinder começa a mudar quando o príncipe vem até ela para que ela concerte um android. Além disso, um de seus parentes é atacado pela temível doença que assola o mundo inteiro.

A série é composta de 4 livros: Cinder (reconto da Cinderela), Scarlet (reconto da Chapeuzinho Vermelho), Cress (reconto da Rapunzel) e Winter (reconto da Branca de Neve), fora os dois livros extras: Fairest (contando as história da vilã da série) e Stars Above (livros de contos, já publicados em ebook).

Aqui no Brasil, já temos o Cinder, Scarlet e o Cress e espero que a Editora Rocco lance logo o Winter *u*

Espero que tenham gostado!

Beijos!

Postado por Stephanie Cancado

Engenheira, viajante, leitora compulsiva, sonhadora, amante de fotografia e dona do Avec Snow. Possui uma lista de livros para serem lidos que nunca vai acabar e acredita que nenhum lugar do mundo é longe demais para se visitar. No fim das contas, é apenas uma garota com uma câmera e uma mochila cheia de livros.
Página 1 de 212