17 de fev de 2015

Como fazer Freelensing

Uma das minhas técnicas fotográficas favoritas é “Freelensing”, que nada mais é que fotografar com a lente desencaixada do corpo da câmera, segurando com as mãos – quando fazemos isso, a luz que entra pela lente chega ao sensor de uma forma diferente, causando um desfoque inusitado na foto (que imita as lentes tilt shift).

DSC_0603

O esquema é movimentar a lente de um lado para o outro, para cima e para baixo até encontrar o foco no ponto desejado. Como mostra o desenho abaixo, o lado mais desencaixado da lente é o lado que ficará nítido – já o lado encostadinho nela, ficará borrado.

Freelensing draw

 

Na teoria é simples. Na prática, nem tanto! A parte complicada é achar o ponto de foco ideal. Sofro até de dor nas mãos de tanto segurar e movimentar a lente – mas o resultado sempre me enche de orgulho, hahah.
DSC_0565

Dúvidas que talvez você tenha!

Qual lente usar?

Depende do resultado que você quer! Para fotos aproximadas, eu sempre uso minha 50mm f/1.8 – pela abertura ser grande, ela deixa um desfoque maior e bem bonito. Mas, não consigo fazer fotos de uma paisagem mais distante, já que no freelensing o foco infinito da lente diminui o alcance, então eu uso a 18-55mm (do kit) para fotos assim – geralmente, deixo ela entre 35mm – 55mm!

DSC_0621

Lente: 18-55mm ♥

Como configuro a câmera?

O ideal é escolher suas configurações (velocidade, ISO, etc) antes de desacoplar a lente! É mais seguro para o seu equipamento e agiliza no processo. Tire uma foto do objeto em questão com a lente encaixada, configure, retire a lente e aí sim comece a brincadeira.
DSC_0575

Não consigo fazer com a minha Nikon, o que estou fazendo errado?

As lentes da Nikon possuem uma trava de abertura na parte traseira, então, precisamos segurá-la de alguma forma. Eu uso um pedacinho de papel de embalagem pra segurar e é o jeito que mais deu certo comigo. Tirei uma foto como exemplo pra que vocês entendam:

DSC_0583

Papelzinho na trava de abertura da Nikon

Entenda os riscos da técnica:

É muito importante ter consciência de que essa técnica não é 100% segura. Com a lente desacoplada, a probabilidade de que entre alguma sujeira na sua câmera é maior. É preciso ter cautela, nunca deixar o corpo exposto por muitos segundos e não fotografar com essa técnica em situações climáticas não favoráveis, como dias chuvosos ou com muito vento. Tentar a técnica é assumir os riscos! Eu a utilizo há cerca de um ano, sempre tomando os devidos cuidados.
DSC_0570

E então, o que acharam? Já conheciam a técnica? Já tentaram, tentariam ou falta coragem?  *u*



  • Aléxia Fraga

    Em 17.02.2015

    Tati sempre arrasando <3 Acho suas fotos lindas e freelensing dá um toque mais especial ainda!
    Obrigada por compartilhar a técnica, vou tentar fazer umas fotos usando ela assim que der <3

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 17th, 2015

    @Aléxia Fraga, haha obrigada, sua linda!! ♥ Quando fizer, não esquece de me mandar que eu quero ver, hein?

    Responder

  • Barbara Ferla

    Em 17.02.2015

    Adorei o post, super completo e não ficou cansativo. As fotos estão maravilhosas, amei a última do gatinho. Essa técnica é puro amor <3

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 17th, 2015

    @Barbara Ferla, que bom que gostou ♥ O Leon é muito fotogênico então ele não podia faltar por aqui hahaha também amo a técnica, se pudesse faria 100% das minhas fotos assim.

    Responder

  • Juliana

    Em 17.02.2015

    Tati… Eu sou louca por fotografia, mas entendo muito pouco… Adorei os resultados desta técnica… Que eu nem conhecia! Rsrsrs

    Bjinhos
    Juju

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 17th, 2015

    @Juliana, essa técnica é muito amor, dá uma sensaçãozinha de ~sonho~ nas fotos hahah fico tão feliz que tenha gostado!
    Beijos ♥

    Responder

  • Carla Vieira

    Em 17.02.2015

    Tati, parabéns pelo post! Estou empolgada com os posts de fotografia, pois sou totalmente leiga nesse assunto!

    Beijos

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 17th, 2015

    @Carla Vieira, Obrigada! Eu e as meninas da categoria estamos preparando posts bem informativos com bastante conteúdo bacaba ♥

    Responder

  • Tati Lucindo

    Em 17.02.2015

    @Carla Vieira, Obrigada Carla! Eu e as meninas da categoria estamos preparando posts bem informativos com bastante conteúdo bacaba ♥

    Responder

  • Tati Lucindo

    Em 17.02.2015

    @Juliana, essa técnica é muito amor, dá uma sensaçãozinha de ~sonho~ nas fotos hahah fico tão feliz que tenha gostado!
    Beijos ♥

    Responder

  • Tati Lucindo

    Em 17.02.2015

    @Barbara Ferla, que bom que gostou ♥ O Leon é muito fotogênico então ele não podia faltar por aqui hahaha também amo a técnica, se pudesse faria 100% das minhas fotos assim.

    Responder

  • Tati Lucindo

    Em 17.02.2015

    @Aléxia Fraga, haha obrigada, sua linda!! ♥ Quando fizer, não esquece de me mandar que eu quero ver, hein?

    Responder

  • Bárbara Nogueira

    Em 17.02.2015

    Tati ♥ meu sonho era aprender essa técnica. Eu nunca acertava porque não sabia dessa que parte encostada desfoca e parte não encostada foca, as fotos sempre saiam uma m#rda. Eu utilizo uma 18-200mm que é pesadíssima, não é tava fácil ficar segurando ela, movimentando de um lado pro outro para conseguir uma fotinha 🙁
    Beijos!

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 19th, 2015

    @Bárbara Nogueira, Ela é bem pesada mesmo, mas acho que com prática dá pra fazer. Deixa ela em mais ou menos 35mm para fotos afastadas e aumenta para fotos de objetos mais próximos, vai facilitar!
    Beijos ♥

    Responder

  • Ludi

    Em 17.02.2015

    Eu não sabia dessa técnica! Mas achei bem legal, quero tentar, o efeito fica muito bonito!
    E você já viu aquela da lente invertida? Eu lembro que alguém me contou uma vez, eu fui tentar fazer e não deu certo… você sabe como é?
    Beijos!

    Responder

  • Tati Lucindo

    fevereiro 19th, 2015

    @Ludi, sim sim, sou uma amante de lente invertida também! Mas acho ela perigosa demais (mais que freelensing) por deixar a traseira da lente exposta, então pra fazer macro agora eu uso filtros close-up! Se quiser, posso trazer isso aqui pro blog no meu próximo post 🙂

    Responder

  • Ludi

    fevereiro 19th, 2015

    @Tati Lucindo, Eu ia gostar muito *-*
    Eu também to atrás dos filtros, em loja física não acho de jeito nenhum, e em sites da China fico com medo de taxar =x
    Ia ser legal fazer um post com as alternativas de se fazer uma foto macro (sem precisar comprar uma lente)
    Beijos!

  • Amélia

    Em 17.02.2015

    Que post mais lindo e útil, parabéns! Acabei de anotar tudo isso no meu caderno de fotografia, rs.

    Responder

  • Amanda Almeida

    Em 17.02.2015

    Oi Tati, tudo bem?
    Essa técnica é linda, mas é uma pena que eu não consiga fazer com a minha câmera, pois ela não acopla lente.
    Abraços,
    Amanda Almeida

    Responder

  • Macrofotografia – Fotografia – Coisas de Blogueiras

    Em 17.02.2015

    […] técnica é parecida com a Freelensing que eu ensinei no meu primeiro post! Também é um tipo de lente desacoplada, mas, como diz o […]