05 de nov de 2015

Viajando com seu Pet

Quando eu era pequena, uma das desculpas para os meus pais não me darem um cachorro era “Mas e quando nós viajarmos? Onde vamos deixar o cachorro?!” Claro que na época não existiam tantos hoteizinhos como hoje! Mas também não tem graça, né? O coitadinho fica lá, longe das pessoas que ele conhece. Se você tem um pet, saiba que agora não existem mais desculpas para não viajar! *u*

De alguns anos pra cá, hotéis e pousadas ficaram mais “sensíveis” com a situação dessas pessoas que deixam de viajar por não ter o que fazer com seu animal de estimação. Esses locais são chamados de Pet Friendly – que aceitam de braços abertos você e seu bichinho de estimação (talvez até mais o bichinho do que você).  Por algum motivo desconhecido, esses locais estão concentrados nas regiões Sul e Suldeste.  De qualquer forma, é possível encontrar locais pet friendly nas outras regiões também, é só pesquisar um pouquinho mais.

Pronto, então é só encontrar um hotel pet friendly e #partiuviajar!? Muita calma! Você ainda deve se atentar para algumas questões:

Taxas extras e diárias

Veja se o hotel está cobrando alguma taxa para que você leve seu Pet, eles podem fazer isso (claro), mas existem hotéis que não fazem. Pesquise!

Onde seu pet passará a noite?

Alguns hotéis oferecem um canil para seu cachorro passar a noite, mas se seu bichinho está acostumado a dormir na sua cama, ele não terá uma noite boa, certo?
Já outros hotéis permitem que o cachorro fique no seu quarto, mas se o cachorro está acostumado a dormir fora de casa, quem pode não ter uma noite muito boa é você.
Tudo vai depender do costume do seu bichinho.

Áreas de lazer

Antes de fechar sua viagem, verifique quais áreas do hotel o seu “companheiro” poderá frequentar, como as áreas comuns de um hotel, restaurante, piscina, quadras e se existem áreas especiais para que ele também possa se divertir!

Transporte

Se você não for viajar no seu próprio carro, alguns documentos para seu pet são exigidos, como o GTA (Guia de Transporte Animal), fornecido pelo Ministério da Agricultura e atestado de saúde.

Vai de avião? Precaução redobrada. Assim como você, seu pet deve fazer check-in e seguir algumas regras para o embarque. Dependendo da raça e do porte, ele poderá até ficar perto de você no avião. Todas as cias que eu pesquisei só falam do embarque na cabine para cães e gatos, logo se você tem outro bichinho, deverá ver as regras exatas para o embarque dele.

Para o transporte em ônibus rodoviário as regras variam de cia para cia. Mas uma coisa é certa, mesmo sem taxas extras para o transporte do pet, você deve comprar uma passagem só para ele.

Sempre comunique as companhias aéreas e rodoviárias sobre o transporte do seu animal de estimação com antecedência. 

Separei alguns links interessantes que poderão ajudar na hora da sua viagem. Agora sim você poderá aproveitar ao lado do seu melhor amigo!

Links úteis:

  • PetViagens – Agência de viagens especializada em viagens com animais
  • Roteiro Animal – Site com dicas de roteiros e indicações de hotéis Pet Friendly
  • Guia PetFriendly – Site fofo com locais que aceitam bem seu Pet, inclusive restaurantes, mas só para regiões Sul e Suldeste (pelo menos eu não encontrei nada em outras regiões)
  • Turismo 4 patas – Site referência, desenvolvedor do selo “PetFriendly” que classifica hotéis que aceitam animais de estimação.
  • Cias Aéreas – Tam, Gol e Azul.

Gostaram das dicas? Já viajou ou pretende viajar com o seu pet? Conta nos comentários! 🙂