04 de abr de 2015

Não vai embora, moreno

5190810400_4864f14dd1_o

Fonte: Birikiuc

Reviro na cama em busca do sono que não vem. Já passou da hora e meus olhos permanecem semiabertos, encharcados de saudades, encharcados de você. Dizem que não pensar ajuda, mas o que eu posso fazer se só consigo ver a imagem de vocês com as mãos dadas? Te vi ali, naquela esquina do Ipiranga com a Vergueiro, indo embora com ela. Indo embora pra sempre. Senti uma vontade desesperada de correr até você e implorar para que ficasse, só mais um pouco, só para eu te provar que o meu amor basta pra nós dois.

Fiquei sabendo que vocês vão casar, eu disse que era impossível com muitas exclamações, você sempre teve pânico de compromisso, nunca viu graça naquela coisa de trocar aliança e jurar fidelidade. Vocês não vão, né? Me liga e diz que é mentira, que entenderam errado e tudo não passa de um boato maldoso pra te afastar ainda mais de mim. Diz que foi ela que saiu por ai espalhando esse monte de besteira só porque teu melhor amigo casou no mês passado e vocês foram padrinhos. Diz, por favor, que não tem nada a ver, porque você jurou, naquele dia em que bebemos demais e falamos o que não devíamos, que no final ainda seria eu e você. Lembra? Eu e você, é assim que tem de ser. Me liga que meu número ainda é o mesmo e o meu amor também, me convida pr’um café, pr’um chá, ou pra tua casa. Fala que as coisas vão voltar ao normal e faz esse aperto que anda devorando minha alma ir embora. Me liga só para ouvir minha voz, e deixa meu coração sossegar com a sua, que tá difícil sem você, rapaz.

Faz muito tempo que a gente não se vê e muita coisa já mudou e não era pra ser assim, eu sei, então não deixa ser. Sabe? Depende da gente. Não deixa todas as nossas promessas escorrerem pelo ralo. Não deixa o nosso amor falecer em uma esquina suja no meio de São Paulo. Toca aqui em casa e fala que também sente a minha falta e que o perfume dela não combina com o seu. Fala que você tentou se perder em outros braços, mas que só se encontra no meu abraço, porque eu só me encontro no teu, moreno. E só me perco em você. Volta de madrugada com a maior cara de cachorro arrependido e pede para entrar, que eu deixo. Pede um beijo que eu dou. Pede amor, que eu faço. Pede pra gente ser, que somos. Me pede. Volta. Volta e sussurra devagarinho que se arrependeu e que me quer de novo. Porque eu ainda te quero.

Volta que ainda dá tempo da gente mudar o final dessa história. Ainda dá tempo de comprar aquela casa térrea de frente pra praia e adotar meia dúzia de cães. Ainda dá tempo do nosso amor acontecer. Ainda dá tempo de ser eu e você. Lembra? Eu não esqueço. Nunca.

Volta, moreno, volta que eu tô te pedindo pra não sair de dentro de mim.

Postado por Gabriela Freitas

Eu? Uma mistura de tudo que eu escrevo. Coração, alma e um pouco de corpo. Gabriela Freitas, sou paulistana direto da cidade da garoa, escritora, dona do blog Nova perspectiva e quando sobra tempo estudante de jornalismo. Insegura, dramática e um tanto áspera. Personalidade forte, meio agridoce, sabe?!


  • Larissa Queiroz

    Em 04.04.2015

    Por que os seus textos têm que sair tão perfeitos?Haha sério,você é muito talentosa!De verdade!Parece que você escreve esses textos pra mim,me identifico de mais com eles,parece até que você me conhece! <3 Parabéns Gabriela,Lindo texto!Você é muito talentosa!Beijos!

    Responder

  • Gabriela Freitas

    abril 5th, 2015

    @Larissa Queiroz, Linda!
    Fico feliz em saber que se identifica com eles.
    Muito obrigada pelo carinho.
    Beijos ♥

    Responder

  • Susany Oliveira

    Em 04.04.2015

    Adorei seu texto, imaginei toda a cena que você escreveu, incrível.

    Responder

  • Gabriela Freitas

    abril 5th, 2015

    @Susany Oliveira, que bom que gostou queri!!
    Beijos ♥

    Responder

  • Juliana

    Em 04.04.2015

    Gabriela, para de escrever sempre sobre “moreno”. Já está irritante. Você consegue fazer melhor.

    Responder

  • Gabriela Freitas

    abril 5th, 2015

    @Juliana, poxa Ju, que pena que te irrita, mas vou continuar escrevendo sobre o que me da vontade de escrever, quando me da vontade de escrever, afinal, faço por amor e pra mim.
    Obrigada por achar que posso fazer melhor, mas acredite que faço o meu melhor em cada texto que escrevo.
    Beijos.

    Responder

  • Amanda Cristina

    Em 04.04.2015

    “Toca aqui em casa e fala que também sente a minha falta e que o perfume dela não combina com o seu. Fala que você tentou se perder em outros braços, mas que só se encontra no meu abraço, porque eu só me encontro no teu, moreno. E só me perco em você.”

    Você é minha escritora favorita, só tenho isso a declarar. Só me diz quando será o lançamento do livro que eu serei a primeira da fila pra pegar um autógrafo. 🙂

    Responder

  • Gabriela Freitas

    abril 5th, 2015

    @Amanda Cristina, você é a pessoa mais linda do mundo!
    Em breve (eu juro!) hahahaha ♥
    Obrigada pelo carinho, Amandinha ♥
    Beijos.

    Responder

  • Dani Mendes

    Em 04.04.2015

    Apenas apaixonada por esse texto, dá vontade de ficar lendo e relendo várias vezes. Vou salvar ele aqui ta? Só para ler depois e depois e depois haha. Amei
    Beijos
    Dezesseis de Volta

    Responder

  • Gabriela Freitas

    abril 5th, 2015

    @Dani Mendes, salva sempre, lindona! hahaha
    Muito obrigada pelo carinho.
    Beijos ♥

    Responder