05 de ago de 2015

Naquele ônibus

bus-690508_1280

Créditos: Unsplash

Estava concentrado lendo as notícias no meu jornal, algo sobre a crise em um país que eu só conhecia de nome. Mas o tom de voz que ouvi naquele momento fez parar todo o meu exercício matinal, abaixar o papel e começar a observá-la. Ela estava ao telefone, e apesar do volume da sua voz estar baixo, como se estivesse preocupado com o incômodo aos demais passageiros daquele ônibus, o tom era de quem gritava por dentro e escancarava aos quatro ventos que algo estava errado.

Não podia ouvir o que o rapaz do outro lado dizia, mas posso jurar que ele era um babaca. Por todas as acusações que ela o fez, parecia se tratar de um daqueles homens que não dão o mínimo valor. Que pensam não estar de fato em um relacionamento. E que certamente a fazia sofrer muito. Nesse momento já deixei de ser imparcial e comecei a torcer pela moça. Não para que ganhasse a discussão, pois venhamos e convenhamos a única coisa que se ganha em conflitos como esse é mágoa, sofrimento e nada mais. Torci para que ela desligasse o telefone disposta a por um fim nessa situação. Para que não existissem outras vezes mais essa cena, com algum outro panaca como eu segurando um jornal analisando a vida alheia como eu fazia naquele momento.

Mas a briga não parou. Podia jurar que agora ela mexia no rosto para evitar que algumas lágrimas escorressem. Ela espirava fundo e eu podia sentir de longe seus suspiros. Podia apostar que ela estava em uma briga interna para se acalmar e não dizer tudo o que precisava dizer para o rapaz. E pra quê tudo isso? Não consigo acreditar que ela realmente ache que esse é o homem da vida dela. Que irão casar, ter dois filhos, cachorro, música do Luan Santana e comercial de margarina. Nesse cenário todo, ele é no máximo o cachorro. Ou o cara do lado de fora da casa lamentando ver a mulher que ele tanto quis com um outro cara que a mereceu e a valorizou de verdade.

Comecei a achar que talvez ela fosse um pouco masoquista. Que gostasse de sofrer, e a cada vez que ele tentava partir ela implorava pra que ficasse, porque sua vida seria vazia e incompleta sem o seu amor. “Amor”. Revirei os olhos só de pensar nessa possibilidade. Ela não parecia ser alguém que se contentava com migalhas. As aparência podem bem enganar, eu sei. Mas no meio de toda a minha observação intrometida eu poderia jurar que ela merecia ser feliz. Então por que não desligava o maldito telefone e seguia a sua vida?

Como isso tudo acabou? Eu nunca soube. Ela desceu do ônibus ainda com o telefone em mãos. Eu apenas levantei meu jornal, voltei para minha leitura e continuei a viagem. Nunca soube sequer seu nome. Nunca mais a vi. Talvez ela esteja bem. Talvez ainda esteja com o canalha. A única certeza que tenho é que ela foi eternizada nessa história…

Postado por Daiany Gomes

21 anos, paulista e formada em marketing. Aos 9 escreveu uma peça de teatro sem nenhuma pretensão. De lá pra cá, nunca mais parou. Atriz de alma, escritora por paixão e ruiva de farmácia. Dona mais que orgulhosa do blog Bilhete da Garrafa. De vez em sempre, brinca com as palavras por aí.


  • Ohara

    Em 05.08.2015

    kkkkk muito boa essa parte do &&musica do Luan Santana e comercial de margarina rsrsrsrsrs é, vc conseguiu colocar um pouco de humor rss acredita que
    escutando uma musica essas horas atras lembrei de vc e seu blog? rss não sei pq, mais lembrei o// era pra eu esta no trabalho agora, nais só fui pra
    pedir as contas heh voltando a tudo bacana nisso: é um texto curtinho, mais lindo. esses dias eu me peguei escrevendo contos. isso mesmo, contos.
    Escrevi até poema na terça passada. sobre a bela crônica&eu nunca fui de observar as coisas no ônibus, até hj nao sei se alguem ja observou a minha
    pessoa rss, eu so entrava e era só uma ida ou volta pro trabalho ou outro lugar qualquer, era só escutar música e esperar o ponto de chegada. é, vai
    saber se a garota do ônibus esteja bem hoje né? rss talvez se ela realmente gostace de sofrer como diz o rapaz do texto, talvez ela e o cara do
    telefone focem babacas&se ela não se contentace com migalhas e se o cara do ônibus tivece pego informações, talvez tudo estivece melhor agora, sei la&
    não sei&só sei que adorei esse texto tambem hehe e todos outros que vc escreve tanto que se um dia tiver que deixar o cdb sentirei sua falta rss
    pelomenos conheço seu blog e visito sempre que poço&gosto de todos mais meu preferido acho esse:
    http://www.bilhetedagarrafa.com.br/2014/12/carta-um-desamor.html e sobre a musica, foi pq eu pensei que combinaria perfeitamente com um texto seu até, rs.

    Responder

  • Daiany Gomes

    agosto 16th, 2015

    @Ohara, primeiramente queria agradecer pelos seus comentários e pedir milhões de desculpas por sempre demorar para respondê-los. Mas quero que saiba que cada vez que leio o que você escreve aqui, fico numa alegria sem tamanho. Obrigada, de verdade, por sempre encher meus textos de amor ♥
    Eu sou uma pessoa MUITO observadora, tanto que meu último texto no BdG fala exatamente sobre isso hahahah às vezes a gente tá tão na correria que esquecemos de olhar o que acontece ao nosso redor.
    E esse texto que você linkou é um dos meus preferidos também *o*

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    E ainda vou mandar link da musica talvez poderia ser trilha sonora disso, não sei. http://www.kboing.com.br/babado-novo/1-80104/
    Sobre a ideia do post passado&pensei em logo mandar um texto pra postar no seu blog, vc falou no seu ultimo post postado aqui: tipo “”guest–post””?
    sabe? rss'” pensei em mandar o poema da terça passada&Título:: Gostaria muito se ser um pássaro:::
    Queria ser um pássaro, Viver livre e feliz, voando por ae,
    Voando sem rumo, Sem hora pra voltar e pra ir.
    Isso que realmente é vida, Quero sair desse lugar, Parar de viver a base de regras, E sair por ae, feliz a cantar.
    Como é boa a vida de um pássaro, Não vive preso a esse lixo de sociedade, Enquanto eu tô de saco cheio de ser um humano,
    Os pássaros sim, vivem felizes de verdade.
    Esse poema foi fruto de duas coisas: primeira porque a um tempão eu tinha vontade de escrever uma coisa sobre pássaros claro pro lado poético: segundo
    pq eu ando frustrada com esses padrões da sociedade. e eu tava lendo um blog de poemas e veio a inspiração. rss. bjoooos!

    Responder

  • Daiany Gomes

    agosto 16th, 2015

    @Ohara, eu amei o seu poema e não conhecia a música, ela é muito bonita!
    Posso te pedir um mega favor? Vai ser uma honra publicar um escrito seu lá no meu cantinho. Pode ser esse mesmo (que ficou lindo) ou qualquer outro que você quiser. Manda no meu e-mail suas redes sociais (pra eu linkar no post) e o texto que já programo pra próxima semana *o* meu email é bilhetedagarrafa@gmail.com

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Hahaha desculpe por alguns erros de digitação, sim, eu sabia como se escrevia as palavras mais eu tava distraída e sai digitando as coisas rss

    Responder

  • Daiany Gomes

    agosto 16th, 2015

    @Ohara, hahahahah magina! Isso acontece muito comigo também

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Vi la no seu blog o projeto “bilheteria”, só vim informar um detalhe
    Como eu acho todo blog que aparece uma colaboradora colocam o nome e sobrenome, rs só vim avisar, nome e sobrenome:
    Nome: Ohara: sobrenome: Teixeira.

    Responder

  • Daiany Gomes

    agosto 16th, 2015

    @Ohara, isso mesmo! Quero suas redes sociais pra linkar também *o*

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Hahah magina! não tenho muita pressa não. hah a, pode publicar esse sim, ok? haa a amore, eu tinha um face que eu exclui a pouco tempo, não tenho
    insta e pretendo criar twitter e snapchat.
    Infelismente eu ando bem desatualizada hahaha, algum probleminha? vou adorar ter um texto publicado o/
    Eu pensei até no dia que você me deu a ideia de te mandar um texto, ate no dia que escrevi o poema pensei: um.seria uma boa ideia mandar pra dai
    publicar no bdg.a, que bom que vc gostou da música! a mulher que canta e a mesma da outra música que eu te mandei no post que você escreveu pra ca, q
    voce falava q era movida a msica, lembra? essa msica e meio antiguinha, de 2005, vc acredita? haha o cd da banda q tem essa msica e dessa epoca: eu
    ainda acho que é de 2006 mais vi na net que é de 2005 então né.. mais só de ver meu texto publicado no seu blog ja ficarei muito feliz nossa, vc tem
    seu email e o do seu blog? q bacana qualquer coisa estarei a sua disposição o//
    Beijão!

    Responder

  • Daiany Gomes

    setembro 13th, 2015

    @Ohara, não sei se você viu mas te mandei um beijo lá no blog e umas desculpas especiais por demorar tanto para responder hahahaha a correria da vida que faz isso. E não fico decepcionada por causa das redes não, de jeito nenhum! O próximo bilheteria será com o seu texto *o* então manda no email bilhetedagarafa@gmail.com que logo ele estará no blog ♥

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Haah espero que não fique decepcionada por causa das redes ok?
    Bjooooos<33

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Eu ainda nao sei se quero mandar esse, hahahah o dia q publico é 29 de agosto, no mínimo ate vc aparecer eu ja tenha um pronto heheh.
    bjooooooooooooooooooooooooooooooooos e eu lembrei q e so um email pra tudo^^

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    Hahahah eu vi la as suas desculpas e o beijo, ate antes de vc falar eu vi la<3<3<3*_______________________________——–**************, bigadinha
    amore<<<<<<<<333333333333
    Vi no dia 31 de agosto, entrei no blog la, hahaha só deixou meu dia mais lindo, obg sua fofa! <3<3<3. eu to tentando fazer execicios para acabar com
    bloqueio criativo aqui, ta ajudando, os métodos funcionam, hahahaha!
    Tei lay ficou lindo, não ta mandando mais pra wma hahahaha, wma aldio, lembra q eu falei desse defeitinho? e adorei o último bilheteria, ficou
    maravilindo, me identigiquei^^^^^^ o primeiro só achei liiiindo rsrsrsrs.

    Responder

  • Ohara

    Em 05.08.2015

    A Dai, só uma perguntinha pra acabar com a onda de comments desse post
    Eu vi hj la no seu blog o post do encontrinho de blogueiras q vc foi etc etc etc, e teve uma das blogueiras q fez video la, bem provavel vc ter visto,
    ou apenas participado hahaha caso tenha visto, me fala: quem e vc no video, nao te reconheci por la hahahaha a pessoinha aqui e tao desavisada q não
    sabe qual parte do video vc apareceu falando qq coisa aleatória, hahaha
    bjoooooos hahaha

    Responder