18 de dez de 2015

Noite de Natal

Olhe pra cima. Está anoitecendo. Veja cada luz que se acende em um jogo de cores que embeleza o cinza da cidade. Veja as pessoas se abraçarem, automaticamente, pensando “aqui estamos mais um ano”. É tempo de celebrar. Tempo de relembrar que é preciso ter a bondade e a luz dentro dos nossos corações. E o amor. Esse precisa mais do que nunca estar presente todos os dias.

É Natal. Tempo de comemorar por Aquele que nasceu e por tudo o que temos hoje. Juntar todos aqueles que amamos e poder desfrutar da companhia, dos sorrisos, dos momentos que serão eternizados na espera de um próximo ano. E de muitos mais.

Muitos dizem que já tivemos tempos melhores. Eu gosto sempre de acreditar que o melhor está por vir. Que o agora é o melhor tempo das nossas vidas. E o que vem em seguida será melhor ainda. Independentemente do que você acredite, se crê em algo maior ou é cético, o importante é encher o coração de coisas boas para enfrentar a vida. E não esquecer nunca de quem está contigo todos os dias, perto ou longe. Na alegria, na tristeza, nas aventuras, nos perrengues, na pobreza, na riqueza, na dor e no amor. Essas pessoas precisam ser sempre lembradas.

E quando digo lembradas, não digo apenas no sentido de presenteá-las com algo físico. Claro, todos adoram presentem e muitos aguardam ansiosamente pelo momento de abrir o laço, a caixa e revelar o que está dentro. É algo mágico que o Natal também traz. A família reunida em volta da árvore, partilhando o tocável. Mas, mais do que isso, partilhe o intocável também, e reafirme o quanto as pessoas são especiais na sua vida. E receba todo o carinho de peito e coração abertos.

Olhe para cima. As luzes se acenderam. Chegou o Natal.

Postado por Daiany Gomes

21 anos, paulista e formada em marketing. Aos 9 escreveu uma peça de teatro sem nenhuma pretensão. De lá pra cá, nunca mais parou. Atriz de alma, escritora por paixão e ruiva de farmácia. Dona mais que orgulhosa do blog Bilhete da Garrafa. De vez em sempre, brinca com as palavras por aí.