11 de abr de 2015

Evitando micos em viagens “exóticas”

Oi gente! Eu sou a Isa do blog Monde Notre, recentemente fiz uma viagem para Malásia e depois de passar muito mico por lá (quem nunca?) vim dar dicas para vocês de como não passar pelo mesmo que eu! 😉

Estude os costumes locais

Ainda no Brasil, leia muito sobre os costumes de seu destino, se não encontrar informações suficientes na internet, recomendo muito comprar livros de turismo do local. Antes de fazer minha viagem eu adquiri em e-book o “Rough Guides Snapshot Malaysia: Kuala Lumpur” e foi de extrema ajuda para entender um pouco mais da cultura, comida e lugares que não poderia deixar de visitar. Não me arrependi, pois realmente sabia que as informações vinham de fonte confiável e sempre tem que ter bastante cuidado lendo na internet, porque a experiência que uma pessoa teve no local pode ser totalmente diferente da sua!

Ajuste seus horários

Dependendo do lugar que você irá visitar, essa dica pode variar, mas é fato que a maioria dos lugares a pontualidade é vista como sinal de respeito ao outro. Ah, e não vai esquecer de ajustar o fuso-horário ein! Não só o mecânico, como o pessoal também, leva um tempo até o corpo descansar e se acostumar com o novo horário, eu mesma passei 2 dias dormindo depois que cheguei do vôo, afinal 30 horas viajando não é para qualquer um.

Evite olhar diretamente para a pessoa

Tenho um costume muito forte de só conversar com alguém olhando no olho, mas aprendi de forma constrangedora o quanto os orientais não se sentem confortáveis com tal ato. Eles sorriam de vergonha, olhavam para o chão ou simplesmente viravam o olhar enquanto eu estava lá encarando eles, imagina só? Principalmente as mulheres, até para ouvir era complicado porque eles falam bem baixo.

Tente aprender palavras básicas da língua local

Por mais que você saiba inglês e na maioria dos casos dá para se virar só com ele, vai ter um momento onde a pessoa fala um inglês tão ruim que parece outra língua inventada por ela mesma. Estive em duas situações onde precisei me comunicar com alguém e a situação foi tão ruim que começamos a fazer mímicas e gestos, já que eu não sabia fala nadinha em chinês ou malaio. Tudo isso poderia ter sido evitado se eu tivesse aprendido com mais empenho, lição anotada para próxima viagem…

 Copie o comportamento dos nativos

Por mais que essa dica seja parecida com a primeira, existe uma diferença entre elas e ambas são importantes na hora de viajar. O teórico é bem diferente da prática, e na hora uma coisa ou outra escapar da sua mente ou ser total diferente do que você tinha lido, é normal. Então se ficar sem saber o que fazer, apenas copie o comportamento das pessoas que vivem no local. Isso foi algo que me salvou muito, principalmente sobre como se comportar em templos ou até para fazer compras no shopping. Essa dica também vale para saber que tipo de vestimenta utilizar, na minha mala eu tinha colocado vários vestidos curtos pensando no clima do país, porém dependendo do lugar que ia eles não me deixavam nem entrar por causa dos códigos de vestimenta.

TripAdvisor é seu melhor amigo

A última e a mais salvadora: O TripAdvisor! Viajante de verdade precisa ter o aplicativo (disponível na App Store, Windows Phone e Google Play), salvar os lugares que pretende visitar e deixar salvo o mapa do lugar de destino. Sabe porquê? Nunca se sabe quando a internet simplesmente não vai querer funcionar e por incrível que pareça o café com Wi-Fi nessas horas simplesmente não existe.


Gostaram das dicas? Conta nos comentários quais micos você já pagou em viagem e o que poderia ter feito para ter evitado? Vamos compartilhar de nossa vergonha!  3_3
Beijos ♥



  • Juliana Bittar

    Em 11.04.2015

    Oi Isa!!

    A, eu já passei micos até viajando para o nordeste… ê paulista!! hauhauahua
    Que viagem maravilhosa deve ter sido essa! A dica que eu mais gostei e acho importante eh aprender o básico da língua. Pelo menos para ser educada… falar um obrigada e um por favor vai bem em qlqr lugar do mundo!

    Responder

  • Isabel Alves

    abril 11th, 2015

    @Juliana Bittar, Huhauha, nossa mico é comigo mesmo também!! Aprender o básico é essencial, até para ser melhor aceita pelas pessoas, elas tendem a ajudar mais quando percebem que você está se esforçando!
    Beijos Ju

    Responder

  • Isabel Alves

    Em 11.04.2015

    @Juliana Bittar, Huhauha, nossa mico é comigo mesmo também!! Aprender o básico é essencial, até para ser melhor aceita pelas pessoas, elas tendem a ajudar mais quando percebem que você está se esforçando!
    Beijos Ju

    Responder